Atalhos de Acessibilidade: Menu=ALT+1 | Conteúdo Principal=ALT+2
Fotos

Cidadão

 


Alex Garcia: o mais jovem Cidadão São-Luizense

 

Alex Garcia com o Título de Cidadão São-Luizense

Ontem, às 19h, ao receber o Título de Cidadão São-Luizense, Alex Garcia mostrou que “o único modo de descobrir os limites do possível é ir além deles, rumo ao impossível”, como já dizia o escritor Arthur C. Clarke. O jovem, de 32 anos, contrariou o laudo dos médicos, superou as dificuldades decorrentes de sua síndrome, que incluí a surdocegueira, e foi em busca de um ideal. Travou, ainda, uma luta contra o preconceito e contra as escolas mal preparadas para recebê-lo. Por fim, graduou-se em Educação Especial e especializou-se na mesma área, pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, passando a trabalhar em prol da melhoria de vida dos portadores de deficiência.

Nem a chuva foi capaz de impedir a participação de mais de cem pessoas na solenidade, coordenada pelo presidente do Legislativo, Aldimar Machado. Sob a atenção da Mesa - integrada por Alex, o homenageado, e Antônio Sérgio Pacheco, chefe do Setor de Meio Ambiente e representante do prefeito Vicente Diel -, Eni Malgarim fez a leitura do Decreto Legislativo n° 181, de 4 de maio de 2009, que prevê a realização da sessão. Na seqüência, o vice-presidente da Casa, Francisco Lourenço, assumiu os trabalhos e solicitou que o proponente do encontro, Aldimar, realizasse o discurso oficial.

O RECONHECIMENTO

As palavras do vereador foram marcadas pela admiração e pelo respeito a um jovem que, embora tenha inúmeras dificuldades, é capaz de percorrer o mundo e levar o nome de São Luiz consigo. Alex, como se sabe, é natural de Santa Rosa e foi recebido por esta terra missioneira no dia 2 de julho de 1977. “Alex é tão são-luizense como nós, naturais daqui. O Título é um reconhecimento à sua trajetória, um agradecimento de todos pelo trabalho que desempenha mundo afora”, disse Aldimar. Ao quebrar um paradigma histórico - entregando o Título a uma pessoa tão jovem - e optar por um portador de deficiência, o Legislativo busca motivar a juventude e transmitir uma mensagem: que qualquer problema ou dificuldade pode, e deve, ser superado.

A homenagem, por sua vez, foi além dos limites do município. Chegou ao outro lado mundo. Prova disso foram as mais de trinta mensagens recebidas por Alex, apresentadas na sessão, parabenizando-o pela conquista do Título. “Trata-se de mensagens de amigos, médicos, pais e de seus filhos – muitos portadores de deficiência, como eu. São palavras que saem da longínqua Finlândia, passam pelos nossos amigos hermanos e chegam até o Rio Grande do Sul”, recorda Alex.

A GRATIDÃO


Vereador Aldimar Machado. Alex Garcia. E os pais Eloá e Enio Garcia

De acordo com o jovem, nenhum momento, em toda a sua vida, foi tão marcante e emocionante como este. “E o Título não é apenas meu, é de cada pessoa que me ajudou a chegar até aqui. Duas delas moveram montanhas pelo meu sucesso: meus pais, Enio Luiz Garcia e Eloá da Silva Garcia. Devo muito, também, ao meu irmão, Alan, que cursa Educação Especial na UFSM. Jamais deixarei de lembrar e agradecer as pessoas que contribuíram para o meu desenvolvimento”, salienta. Alex agradeceu aos professores, médicos e, ainda, à imprensa, que sempre esteve ao seu lado.

Por fim, Aldimar fez a entrega do Título ao jovem, juntamente com os seus pais. “Queria que uma frase, de Martin Luther King Jr°, de março de 1963, ficasse arquivada na memória dos presentes: ‘Eu tenho o sonho de que meus quatro filhinhos um dia viverão em uma nação onde eles não serão julgados pela cor de sua pele, mas sim pelo conteúdo de seu caráter’. Eu, Alex Garcia, também sonho! Sonhem comigo, pois sonhar é projetar o futuro!”, finalizou o homenageado.


Os vereadores e Alex Garcia


Parte do público

Mátéria:
Drica Morais
Assessora de Imprensa
Câmara Municipal de São Luiz Gonzaga
Fotos: Telão

Voltar à página principal.